Mortos em incêndio na Rússia já são 112

O número de vítimas fatais no incêndio que atingiu um clube noturno da cidade de Perm, na região dos Urais, na Rússia, já totaliza 112 pessoas, de acordo com autoridades russas. A porta voz do Ministério para Situações de Emergência da Rússia, Darya Kochneva, disse que a vítima mais recente foi um homem que morreu de complicações das queimaduras em Moscou, onde foi levado para ser tratado.

AE-AP, Agencia Estado

06 de dezembro de 2009 | 10h00

O incêndio, ocorrido perto de meia noite de ontem, foi provocado por fogos de artifício que estavam no palco do clube noturno que matou 98 pessoas no local. Muitas vítimas foram mortas quando tentavam sair do local, em pânico, por uma única via de escape. Segundo autoridades, cerca de 130 pessoas ainda encontram-se hospitalizadas muitas em condições críticas.

Os padrões de segurança contra incêndio são muito fracos e cerca de 18 mil pessoas morrem anualmente provocados por fogo na Rússia. As informações são da AP.

Tudo o que sabemos sobre:
incêndioRússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.