Mortos na Turquia sobem a 26 e feridos a 450, dizem autoridades

Autoridades médicas informaram que 26 pessoas morreram e cerca de 450 ficaram feridas nos atentados ocorridos nesta manhã em Istambul. Entre os mortos está o cônsul-geral britânico, Roger Shot. As explosões atingiram a sede da instituição financeira HSBC, o consulado britânico e um shopping center. Um carro-bomba e um suicida teriam provocado duas das explosões. Foram pelo menos três explosões, mas algumas fontes citam que até cinco podem ter ocorrido. Um porta-voz do HSBC informou que, além da sede, um outro prédio da instituição foi atingido por explosão. Várias instituições financeiras estrangeiras, entre elas a francesa Société Générale, a holandesa ABN Amro e a seguradora britânica Aviva evacuaram seus escritórios. Outras empresas estrangeiras também estão em alerta, como a britânica British American Tobacco. A Al-Qaeda e um grupo militante islâmico turco chamado IBDA-C assumiram a autoria dos atentados, disse a agência de notícias turca Anatolia. As informações são da agência Dow Jones

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.