Mortos no ciclone já passam de 1.700

Chegou a 1.795 o número oficial de mortos durante a passagem do ciclone Sidr por Bangladesh . Ontem, barcos e helicópteros militares juntaram-se às equipes de resgate. Eles tentavam levar suprimentos e assistência médica a áreas de difícil acesso, como comunidades de pescadores em pequenas ilhas devastadas pela tempestade tropical. Antes de se transformar em tempestade, o ciclone provocou uma alta de cinco metros no oceano, o que causou inundações em várias áreas litorâneas. O fenômeno devastou três cidades costeiras de Bangladesh, fazendo com que cerca de 3,2 milhões de pessoas abandonassem suas casas. A maior parte do país ficou sem energia na sexta-feira porque a rede elétrica caiu e regiões da capital, Daca, ainda estavam sem energia ontem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.