Mortos por fortes chuvas na Argélia chegam a 43

Maior número de mortos foi registrado na província de Ghardaia, ao sul

Efe

04 de outubro de 2008 | 10h36

O mau tempo, sobretudo as fortes chuvas no sul do país, matou pelo menos 43 pessoas na Argélia nos últimos quatro dias, segundo dados oficiais apresentados neste sábado, 4, pela imprensa local.   O maior número de mortos foi registrado na província de Ghardaia, ao sul, onde os que morreram e os feridos são 33 e 48, respectivamente.   As torrenciais chuvas da última terça-feira, 30, e o transbordamento do rio M'Zab destruíram várias plantações e danificaram mais de mil casas no campo.   Na quinta, os ministros do país dicidiram mobilizar mais recursos para ajudar os desabrigados, que hoje continuam limpando suas propriedades e tentando recuperar seus pertences.   No oeste do país, morreram pelo menos mais dez pessoas, entre elas uma criança de 6 anos.

Tudo o que sabemos sobre:
Argéliachuvas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.