Eric Baradat/AFP
Eric Baradat/AFP

Mosca pousa na cabeça de Mike Pence e vira destaque de debate

Equipe de Biden reagiu aos memes com rapidez e, em menos de uma hora, colocou à venda um mata-moscas para arrecadar fundos de campanha

Redação, O Estado de S.Paulo

08 de outubro de 2020 | 03h02

Uma mosca pousou na cabeça do vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, e se tornou a grande atração do debate com Kamala Harris, candidata do Partido Democrata a vice nas eleições presidenciais de 3 de novembro.

Apenas dois minutos e três segundos, de acordo com o The New York Times, foram suficientes para que a imagem da mosca no cabelo branco de Pence desencadeasse uma enxurrada de comentários e memes nas redes sociais.

O inseto distraiu os espectadores, que buscavam um refúgio de todo o debate sobre impostos e mercado financeiro. "A mosca venceu o debate", disse a escritora Jeanne Duncan no Twitter.  

Mesmo depois de sair de cena, a mosca continuou ganhando fama. No Twitter, a conta @MikePenceFly ("Mosca de Mike Pence" em Português) rapidamente ganhou milhares de seguidores e inspirou a criação de perfis similares. 

O candidato à presidência Joe Biden publicou uma foto em que aparece com um mata-moscas e pediu aos apoiadores que doassem US$ 5 doláres para "ajudar esta campanha a voar".

A equipe de Biden registrou um website, flywillvote.com, pare cadastrar novos eleitores. Menos de uma hora depois, um mata-moscas com a inscrição "Truth over Flies" ("Verdade acima de Mentiras, um trocadilho com as palavras "mosca" e "mentira" em inglês) começou a ser vendido no site por US$ 10 dólares.

Alguns democratas aproveitaram a oportunidade para falar sobre o diagnóstico de covid-19 do presidente Trump. "A mosca precisa entrar em quarentena", disse a deputada  Ilhan Omar. O senador republicano Rand Paul, apoiador de Trump, disse que o "Deep State" (Estado profundo) "plantou um inseto no vice-presidente. Essa espionagem ilegal está saindo de controle".

O apresentador do "The Late Show", Stephen Colbert, sugeriu que ao permanecer no cabelo de Pence por mais de dois minutos, a mosca teve mais capacidade de atenção que o próprio presidente Trump. /EFE e Reuters

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.