Moscou ajudará Quito a criar programa nuclear

A Rússia ajudará o Equador a desenvolver um programa nuclear para fins pacíficos, sob um novo acordo de cooperação energética, informou Quito ontem. Segundo o governo, os dois países criarão uma comissão que identificará "os projetos mais interessantes para desenvolver um setor nuclear" no país andino. O Equador não tem usinas nucleares e nem tecnologia para produzir energia atômica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.