Moscou critica Otan por ações na Geórgia

O presidente russo, Dimitri Medvedev, voltou ontem a criticar os planos da Otan de realizar exercícios militares na Geórgia. "Creio que é uma decisão errônea e perigosa que pode trazer complicações", disse Medvedev. As relações entre Moscou e a Otan estão estremecidas desde agosto de 2008, quando forças russas invadiram a Geórgia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.