Moscou e Caracas acertam construção de usina nuclear na Venezuela

Chávez havia antecipado planos para ter complexo antes de viajar para a Rússia

Efe

15 de outubro de 2010 | 10h14

 

MOSCOU - Rússia e Venezuela assinaram nesta sexta-feira, 15, um acordo intergovernamental sobre cooperação nuclear e a construção e exploração de uma usina atômica em território venezuelano, segundo informaram as agências russas.

 

O acordo foi assinado na presença dos presidentes russo, Dmitri Medvedev, e venezuelano, Hugo Chávez, que se reuniram nesta sexta a portas fechadas no Kremlin.

 

Chávez já havia antecipado em Caracas, antes de viajar à Rússia, que engenheiros russos construiriam na Venezuela uma usina nuclear. Na quinta, o venezuelano assegurou que seu país não tem planos de fabricar uma bomba atômica, aproveitando a transferência de tecnologia nuclear da Rússia.

 

Chávez defende a promoção da energia nuclear para a geração de eletricidade, como alternativa a outras fontes de energia mais poluentes, segundo o exemplo de países como Brasil e Argentina.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.