Moscou vetou sanções

O governo da Rússia é um dos principais parceiros do regime do ditador sírio, Bashar Assad. Moscou é considerado um dos mais importantes fornecedores de armas e equipamentos militares para as Forças Armadas de Damasco e, juntamente com a China, já vetou em três ocasiões resoluções no Conselho de Segurança das Nações Unidas que previam sanções contra o governo sírio desde que a crise no país do Oriente Médio começou, em março de 2011. Desde 1971, o Kremlin mantém uma base naval militar na costa da Síria, no porto de Tartus, o segundo maior do país, onde embarcações de guerra russas estão ancoradas.

O Estado de S.Paulo

11 de outubro de 2012 | 03h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.