Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
SERGEI ILNITSKY/ EFE
SERGEI ILNITSKY/ EFE

Moscovitas prestam homenagem em local do assassinato

Centenas de moradores da capital russa depositam flores onde o opositor Boris Nemtsov foi baleado na noite de sexta-feira, a alguns metros do Kremlin

O Estado de S. Paulo

28 de fevereiro de 2015 | 19h42

MOSCOU - Centenas de moscovitas depositaram, neste sábado, 28, flores na ponte sobre o Rio Moscova, a alguns metros do Kremlin, onde o líder opositor liberal russo Boris Nemtsov foi assassinado na noite de sexta-feira, um crime que seus correligionários qualificaram de "político". A polícia não dificultou a passagem das pessoas rumo ao local da ponte onde o dirigente foi assassinado.

"Era uma pessoa muito boa e talentosa. É uma grande perda, uma tragédia horrível. Estamos perante um assassinato político muito grave", disse à imprensa, visivelmente emocionado, o fundador do partido liberal russo Yabloko, Grigori Yavlinski, que foi ao local do assassinato. O político ressaltou que o assassinato de Nemtsov não foi "casual" e afirmou que a oposição não retrocederá em sua luta contra as políticas do Kremlin. "É preciso encontrar os assassinos, e fazer isso de maneira rápida, transparente e com provas", ressaltou. / EFE

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaBoris Nemtsov

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.