Motim policial acaba e marcha chega a La Paz

Um acordo salarial pôs fim ao motim policial que o governo do presidente da Bolívia, Evo Morales, vinha enfrentando havia quase uma semana, mas a tensão social prosseguiu ontem no país, com a chegada de uma marcha de indígena a La Paz contra a construção de uma estrada em uma reserva natural na Amazônia boliviana. "Estamos chegando a La Paz com uma demanda justa", disse Adolfo Chávez, um dos líderes do protesto. Depois de um percurso de 600 quilômetros, a caminhada recebeu boas-vindas triunfais da classe média da cidade, que aplaudiu e gritou palavras de apoio aos indígenas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.