Motlanthe é eleito novo presidente da África do Sul

O Parlamento da África do Sul elegeu hoje o ex-combatente pela paz Kgalema Motlanthe, de 59 anos, como novo presidente do país. Motlanthe liderará um governo interino, após a tumultuada saída de Thabo Mbeki do posto, no domingo. Mbeki renunciou por causa da pressão de seu próprio partido, na maior crise do Congresso Nacional Africano (ANC, na sigla em inglês) desde sua chegada ao poder, em 1994, após o fim do apartheid.Motlanthe é um partidário de Jacob Zuma, que derrotou Mbeki na dura disputa pela presidência do ANC em dezembro. O novo presidente é visto como uma figura que pode estabilizar o país, e é bem visto por diferentes partidos."Em alguns aspectos o ANC não podia ter feito uma escolha melhor", disse Sheila Meintjes, professora de ciência política da Universidade de Witwatersrand, em Johannesburgo. "Ele não é um agitador. Já mostrou que pensa bem cuidadosamente no interesse nacional."O novo presidente é visto como uma figura forte e unificadora. Ele nunca foi para o exílio como outros membros importantes do partido, o que gera comparações por exemplo com o respeitado ministro das Finanças Trevor Manuel. Ainda que tenha defendido Zuma quando este foi acusado de corrupção, ele ganhou respeito entre os moderados por conter os mais exaltados partidários de Zuma.Zuma não poderia ser nomeado presidente, pois não é membro do Parlamento. Porém ele deve vencer facilmente as eleições programadas para o ano que vem, quando terminaria o segundo mandato de Mbeki. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.