Motocicleta-bomba mata bebê na Colômbia

Uma motocicleta-bomba explodiu numa pequena cidade do leste da Colômbia, causando a morte de um menino de dois anos e do homem que pilotava o veículo, informou o Exército local. Oficiais do Exército atribuíram a autoria da explosão, na periferia da cidade de Arauquita, a militantes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), maior grupo rebelde do país. De acordo com a polícia, 16 pessoas foram detidas por suspeita de envolvimento na ação.A bomba, que também deixou gravemente ferido o pai do menino morto, aparentemente tinha como alvo soldados colombianos que patrulhavam a área, disse o general Carlos Lemmas. O Exército revelou ter recebido informações sobre a possibilidade de um atentado, mas não conseguiu agir a tempo de evitar a explosão.Arauquita situa-se no Estado colombiano de Arauca, uma das regiões mais conturbadas do país. Grupos rebeldes, paramilitares e forças regulares do Exército da Colômbia lutam pelo controle das planícies ricas em petróleo de Arauca, que faz fronteira com a Venezuela.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.