Motorista a serviço de Israel é morto a tiro na Cisjordânia

Um homem foi morto nesta segunda-feira com um tiro enquanto conduzia seu caminhão perto da cidade de Nablus, na Cisjordânia, apenas um dia depois que facções palestinas declararam uma trégua de três meses, informou o exército israelense. De início, nenhum grupo se responsabilizou pelo atentado.A vítima era um romeno contratado por Israel para trabalhar na construção de uma estrada perto do povoado de Jabed, na margem ocidental do rio Jordão. O trabalhador guiava um caminhão quando recebeu o tiro na cabeça, disse o exército. Os atacantes fugiram. Militantes palestinos realizaram dezenas de ataques em estradas da Cisjordânia nos últimos meses.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.