Motorista de caminhão ameaça Bush com bomba

Um homem conduzindo um caminhão ameaçou explodir o presidente dos EUA, George W. Bush, com uma bomba de 1.350 quilos, informaram as autoridades. Monty Branch, de 29 anos, fez estas ameaças no domingo em uma chamada a um serviço de mensagens do condado de Bradley, informou a porta-voz do Departamento de Segurança, Beth Tucker Womack. As autoridades o prenderam no mesmo dia das ameaças, após atirar contra os pneus de seu caminhão durante uma perseguição de mais de 12 km. Os investigadores não encontraram nenhuma bomba no caminhão, mas disseram ter deduzido que "ele quis dizer que a bomba era seu caminhão", explicou Womack. Segundo a porta-voz, Branch foi acusado de cometer um grave delito tentando evitar a prisão, além de imprudência temerária ao dirigir e posse de maconha. Branch continuou com suas ameaças após a prisão, e disse a um policial que "ia explodir o presidente como expressão de sua liberdade de culto", afirmou o porta-voz da polícia, Ed Buice.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.