Photo by Handout / ITALIAN POLICE / AFP
Photo by Handout / ITALIAN POLICE / AFP

Motorista de caminhão que quase caiu após ponte na Itália desabar 'dirigia devagar'

Empresa de logística onde caminhoneiro trabalhava disse a jornal italiano que ele estava bem, mas em 'estado de choque', e que viu o acidente à sua frente

O Estado de S.Paulo

14 Agosto 2018 | 16h48

O motorista do caminhão que ficou à beira do do precipício de quase 50 metros que se abriu com a queda de um trecho de aproximadamente 200 metros da Ponte Morandi, que passa pela rodovia A10, em Gênova, na Itália, só conseguiu se salvar porque “dirigia devagar”. “Eu vi a estrada na minha frente desmoronar com todos os carros caindo”, teria dito Francesco, um italiano de 37 anos, casado e pai de dois filhos, aos seus superiores.

“Ele estava voltando de uma rodada de entregas para nossos supermercados e foi direcionado para a nossa plataforma logística em Génova, quando viu a terra afundar à frente dele”, falou ao jornal italiano Il Messaggero Giorgio Venturoli, responsável pela comunicação da empresa.

“Ele nos disse que só sobreviveu porque estava dirigindo devagar. Por causa da chuva, dirigia lentamente. Quando percebeu, a ponte à frente dele já havia caído”, diz Venturoli. “Ele falou que a cena foi apocalíptica, mas que tudo aconteceu muito rápido, e ele não sabe como sobreviveu. Ele está em estado de choque, muito nervoso, e foi levado ao hospital para alguns exames, mas está bem.”

A imagem do caminhãozinho verde, com as luzes de freio acesas e o pisca alerta ligado, a poucos metros de onde a ponte Morandi parou de cair, impressionou Venturoli. “Quando viu que o veículo pertencia à nossa empresa, fiquei desesperado e tentei descobrir o que tinha acontecido com o motorista”, disse Venturoli. 

Segundo ele, as equipes de resgate, que atenderam o motorista disseram que ao ser atendido ele dizi aos socorristas que viu a ponte à sua frente entrar em colapso, com todos os carros que estavam à sua frente caindo. "Segundo os socorristas, ele disse que conseguiu frear o veículo e, assim que parou, ele desceu e correu para o túnel do qual acabara de sair pouco antes",explicou Venturoli. 

Confira o antes e depois da Ponte Morandi:


Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.