Motorista separa crianças negras de brancas em ônibus escolar nos EUA

Nove crianças negras foram levadas na semana passada para o fundo de um ônibus escolar por um motorista branco que reservou os assentos dianteiros apenas para crianças brancas, informou a mãe de dois dos jovens nesta quinta-feira."Todas as nove crianças foram levadas para dois bancos no fundo do ônibus e as mais velhas tiveram de levar as menores em seus colos", disse à Associated Press Iva Richmond, mãe de duas das crianças humilhadas. A superintendente da escola Red River Parish, Kay Easley, não retornou a uma ligação feita nesta quinta-feira para comentar o assunto.Richmond disse que seus filhos, um com 14 e outro com 15 anos, tiveram por um bom tempo um motorista negro dirigindo o ônibus escolar. Porém, quando retornaram às aulas no início deste mês, um motorista branco estava no volante. Ele, então, informou que os bancos da frente eram para crianças brancas e os traseiros, reservados para negros. Richmond disse que reclamou a um diretor que, por sua vez, disse ao motorista que se qualquer criança tiver o direito a assentos no veículo, todas devem ter também. O vice-presidente da Associação para o Progresso das Pessoas de Cor James Panell contou a jornais da Lousiana, onde se localiza a escola, que enviará ainda nesta semana os detalhes da situação a advogados federais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.