Abedin Taherkenareh/Efe
Abedin Taherkenareh/Efe

Movimento Não-Alinhado apoia programa nuclear do Irã

Estados Unidos e alguns de seus aliados suspeitam que o país desenvolva em segredo um programa nuclear bélico

AE, Agência Estado

31 de agosto de 2012 | 15h42

TEERÃ - Os mais de cem integrantes do Movimento dos Países Não-Alinhados manifestaram nesta sexta-feira, 31, apoio ao direito do Irã de desenvolver um programa nuclear com fins pacíficos. A declaração de apoio foi feita durante a reunião de cúpula do movimento deste ano, realizada em Teerã, e divulgada pela emissora estatal de televisão da república islâmica.

Veja também:

link Tensão em Israel leva Embaixada do Brasil a se preparar para emergência

link Bomba atômica é 'pecado imperdoável', diz líder do Irã

link Ban Ki-moon questiona líderes iranianos sobre direitos humanos

De acordo com a TV iraniana, a manifestação de apoio é um dos diversos artigos da versão final da Declaração de Teerã, aprovada ao término da cúpula de dois dias do Movimento dos Países Não-Alinhados, do qual o Brasil participa como observador. O Movimento dos Países Não-Alinhados reúne mais de dois terços de todos os países que integram a Organização das Nações Unidas (ONU).

Os Estados Unidos e alguns de seus aliados suspeitam que o Irã desenvolva em segredo um programa nuclear bélico. O Irã sustenta que seu programa nuclear é civil e tem finalidades pacíficas, como a geração de energia elétrica e o desenvolvimento de isótopos medicinais, estando de acordo com as normas do Tratado de Não-Proliferação Nuclear, do qual é signatário.

Com AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.