Mubarak corre risco de sofrer embolia

Hosni Mubarak, ditador egípcio deposto no ano passado, corre o risco de sofrer uma embolia em razão da deterioração de sua saúde desde que foi internado em um hospital penitenciário para cumprir prisão perpétua, informou ontem a agência de notícias egípcia Mena. Fontes de segurança citadas pela agência disseram que a equipe médica do hospital penitnciário tem de submeter Mubarak à respiração artificial durante longos períodos.

O Estado de S.Paulo

10 de junho de 2012 | 03h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.