Arquivo/Efe
Arquivo/Efe

Mubarak é transferido para hospital militar no Egito

Ex-ditador quebrou uma costela ao cair na penitenciária, onde está desde que foi condenado à prisão perpétua

Reuters

27 de dezembro de 2012 | 17h05

CAIRO - Hosni Mubarak, o homem forte do Egito que foi derrubado no ano passado depois de 30 anos no poder, foi transferido de um hospital penitenciário para um hospital do Exército nesta quinta-feira, 27, depois de uma queda que provocou preocupação com sua saúde frágil.

Mubarak, de 84 anos, foi derrubado em um levante de 2011 e sentenciado à prisão perpétua em junho deste ano por seu papel no assassinato de manifestantes durante a revolta. Ele foi internado no hospital penitenciário naquele mês, depois do que autoridades de segurança chamaram de uma "crise de saúde".

A saúde de Mubarak vem sendo o objeto de intensa especulação no Egito, e ele passou grande parte do tempo antes e depois do julgamento no hospital penitenciário. Seu advogado disse que ele foi transferido para o hospital militar depois de fraturar uma costela ao cair na clínica da prisão.

Afirmou também que ele sofria de complicações pulmonares e tontura. "O estado de saúde está se deteriorando até certo ponto devido à queda do presidente na semana retrasada", disse o advogado Mohamed Abdel Razek à Reuters.

Mubarak vai ser tratado no hospital militar em Maadi, no Cairo. "Ele ficará algum tempo", disse uma fonte de segurança à Reuters.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.