Mubarak nomeia general como premiê e o incumbe de formar governo

Ahmed Shafik, ex-comandante das Forças Armadas, assume o cargo deixado por Ahmed Nazif

Efe e Associated Press

29 de janeiro de 2011 | 14h10

 

CAIRO - O general Ahmed Shafik, ex-comandante das Forças Armadas e até então ministro da Aviação Civil, foi nomeado neste sábado, 29, o novo primeiro-ministro do Egito pelo presidente Hosni Mubarak, segundo informações da televisão estatal.

 

Shafik substituirá Ahmed Nazif, que apresentou sua renúncia neste sábado após o presidente anunciar a dissolução do gabinete na sexta em meio ao quarto dia de protestos populares que tomaram as ruas do país pedindo sua renúncia.

 

Shafik será encarregado de formar o novo governo, de acordo com o canal. Além do premiê, Mubarak também nomeou neste sábado o vice-presidente, Omar Suleiman, ex-militar e seu assessor próximo. Suleiman é o primeiro vice de Mubarak desde que iniciou seu mandato, há quase 30 anos.

 

O Egito vive desde a terça-feira momentos de tensão por conta das revoltas populares que ocorrem em várias cidades do país pela queda de Mubarak. O governo instaurou o toque de recolher, mas a população não saiu das ruas e segue enfrentando as forças de segurança.

 

Os distúrbios, batizados de "Dia da Fúria" por alguns ativistas na internet, foram inspirados na "Revolução do Jasmim", que derrubou o presidente da Tunísia, Zine El Abidine Ben Ali, há duas semanas. No Iêmen e na Jordânia também foram registradas manifestações.

 

Tudo o que sabemos sobre:
EgitoMubarakprotestosShafikNazif

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.