Mubarak quer apoio de Bush a Estado palestino

O presidente do Egito, Hosni Mubarak, chegou hoje aos Estado Unidos com uma proposta para que Washington apoie uma declaração imediata de um Estado palestino. Encontros entre políticos americanos com Mubarak precederam hoje sua reunião com o presidente George W. Bush, que também está sendo pressionado por líderes locais para que resolva o conflito entre os israelenses e os palestinos. O presidente do independente Instituto Árabe-Americano, James Zogby, disse que "este problema tem que ser resolvido porque está consumindo a todos na região... E a mensagem que (Mubarak) está portando é que necessitamos agora mesmo da liderança americana". Mubarak se reuniu hoje com Zogby e outros líderes árabe-americanos na Blair House, próxima à Casa Branca. A proposta egípcia é uma das muitas idéias que a administração Bush levará em consideração, à medida em que prepara seu próximo passo na diplomacia do Oriente Médio. O diretor do Comitê Antidiscriminação Árabe-Americano, Ziad Asali, disse que expressou a Mubarak "uma enorme preocupação pela falta de solução política". A administração americana deverá formular uma declaração política sobre o Oriente Médio depois das visitas de Mubarak e do primeiro-ministro israelense, Ariel Sharon, prevista para a próxima semana, pavimentando o caminho para uma conferência internacional sobre o Oriente Médio. Mubarak se encontrou também com senadores americano, membros da Câmara de Representantes e com líderes de outras organizações árabe-americanas. Amanhã e depois, o líder egípcio se reunirá com Bush em Camp David.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.