Mubarak também cobra eficiência da Liga Árabe

O presidente do Egito, Hosni Mubarak, afirmou hoje concordar com o líder líbio, Muammar Kadafi, sobre a necessidade de uma maior eficiência por parte da Liga Árabe na condução dos assuntos relevantes para as nações árabes. Na semana passada, a Líbia voltou a expressar seu desejo de se retirar da Liga, formada por 22 nações, citando a ineficiência do organismo em lidar com a crise do Iraque e a questão palestina.Falando a jornalistas em Trípoli, Mubarak afirmou que ele e Kadafi concordavam "com a necessidade de fazer com que a Liga Árabe seja mais ativa, que suas instituições trabalhem seriamente, e que todos lutemos por uma posição árabe".Mubarak realizou em Trípoli sua última parada de um giro pelo Norte da África, que o levou também ao Marrocos e à Tunísia.Em sua chegada à capital líbia, Mubarak disse que estava preocupado com o desejo expresso por seu vizinho de deixar a Liga, citando o papel de liderança da Líbia no mundo árabe como fonte da preocupação.Kadafi ameaçou primeiramente retirar seu país da Liga em março, mas foi persuadido a recuar depois de receber uma visita de Amr Moussa, o secretário-geral da organização. Na semana passada, Moussa realizou uma nova visita a Trípoli para tentar convencer Kadafi a desistir de sua nova ameaça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.