Mubarak tem paradas cardíacas e entra em coma

O ex-presidente do Egito, Hosni Mubarak, cujo estado de saúde piorou desde que ele foi enviado para a prisão, sofreu duas paradas cardíacas que foram revertidas com o uso do desfibrilador, informou uma fonte hospitalar à agência France Presse nesta segunda-feira. Segundo informações do governo egípcio, Mubarak, de 84 anos, entrou em "coma profundo"

AE, Agência Estado

11 de junho de 2012 | 18h26

"Mubarak entrou hoje em um coma profundo", disse o porta-voz do Ministério do Interior do Egito, Alaa Mahmoud. "A saúde de Mubarak deteriora-se desde o veredicto, com pressão alta, problemas respiratórios e batimentos cardíacos irregulares", disse Mahmoud. No dia 2 de junho, Mubarak foi sentenciado à prisão perpétua, considerado culpado pela morte de 851 manifestantes em janeiro e fevereiro de 2011, na revolta popular que precedeu a queda do seu regime, em 11 de fevereiro do ano passado. O ex-governante do Egito sofre de depressão profunda.

As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.