O Estado de S.Paulo

29 de dezembro de 2012 | 02h04

O ex-presidente do Egito Hosni Mubarak (foto) - transferido para um hospital na quinta-feira, da penitenciária onde cumpre prisão perpétua por não impedir mortes de manifestantes que pediram sua deposição, ocorrida em fevereiro de 2011 - tem várias costelas quebradas e líquido nos pulmões. Radiografias revelaram a extensão dos ferimentos que o líder, de 84 anos, sofreu em uma queda no banheiro, no dia 15. Seu advogado afirmou que ele deverá ficar 15 dias internado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.