Mubarak volta hoje ao banco dos réus

O ex-presidente egípcio Hosni Mubarak volta hoje ao tribunal para enfrentar a acusação de ter ordenado a repressão dos protestos, que deixou 850 mortos, Segundo a defesa, o testemunho do comandante Mohamed Hussein Tantawi sobre o papel de Mubarak na repressão pode definir o destino do ex-presidente de 83 anos, que pode ser sentenciado à pena de morte. Os advogados que representam as famílias das vítimas exigiram ontem que as autoridades divulguem documentos que poderiam revelar quem, exatamente, ordenou os disparos contra os manifestantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.