Muçulmana é demitida de bar da Disney por usar véu

Uma muçulmana que trabalha como hostess em um restaurante na Disneylândia afirma ter sido mandada embora sem receber salário depois de ter-se recusado a tirar seu véu quando estivesse diante de clientes.

AE-AP, Agência Estado

18 de agosto de 2010 | 21h02

A funcionária, Imane Boudlal, registrou hoje uma queixa perante a Comissão de Oportunidades Iguais de Trabalho dos Estados Unidos. Ela trabalhava no restaurante Storyteller havia dois anos e meio.

O incidente denunciado por ela teria ocorrido no último domingo, quando Imane foi pela primeira vez de véu ao trabalho em respeito ao Ramadã, mês sagrado de jejum e orações para os muçulmanos. Suzi Brown, porta-voz da Disneylândia, disse que a hostess, de 26 anos, rejeitou sugestões para que ficasse com o véu somente quando estivesse longe dos clientes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.