Muçulmanos culpam televisão por terremoto

Muçulmanos conservadores destruíram aparelhos de televisão nas ruas depois que os clérigos culparam os programas e os comerciais pelo terremoto que devastou o Estado indiano de Gujarat. Abdulbhai Guliwala, gerente de uma loja do bairro de Dhalgarwad, na cidade de Ahmadabad, o centro comercial do Estado, foi uma das centenas de pessoas que destruíram seus televisores. "O mufti nos falou que o envenenamento da mente pela televisão levantou a ira poderosa, e isto foi o que causou o terremoto", disse ele. "Nós irritamos Alá". Apenas em Surat, cerca de 400 aparelhos de tevê foram destruídos depois que o clérigo muçulmano mufti Imtiaz disse que a televisão foi a causa do terremoto e da destruição. Cerca de 18.000 corpos foram retirados dos escombros desde o terremoto de 26 de janeiro, que atingiu 7,7 graus na escala Richter. Segundo autoridades estaduais, o número de mortos pode chegar a 30.000.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.