REUTERS/Neil Hall
REUTERS/Neil Hall

Muçulmanos deram alerta e salvaram vidas

Eles estavam fazendo a última refeição antes do jejum do Ramadã e acordaram vizinhos

O Estado de S.Paulo

14 de junho de 2017 | 21h05

LONDRES - Muçulmanos que estavam acordados para fazer sua última refeição antes do jejum do Ramadã, o mês sagrado islâmico, foram alguns dos primeiros a alertar sobre o incêndio que consumiu quase totalmente a Torre Grenfell no início da madrugada desta quarta-feira.

O fogo começou pouco depois da meia-noite, quando muitos no prédio de 120 apartamentos já haviam adormecido.

Vários moradores disseram que não tinham escutado alarmes de incêndio quando as chamas começaram. Adib Abbas, que estava visitando um primo no prédio, contou ao New York Times que se preparava para sua refeição antes do jejum quando sentiu um forte cheiro de gás e ouviu pessoas gritando nos andares inferiores. Ele saiu do apartamento e passou a alertar vizinhos.

 

Tudo o que sabemos sobre:
LondresIslamismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.