Muçulmanos pedem respeito à sua fé na Espanha

Membros da comunidade muçulmana se manifestaram hoje em várias cidades espanholas contra as caricaturas do profeta Maomé publicadas em alguns jornais europeus e fizeram um chamado à convivência religiosa e ao respeito à sua fé.Em Manresa, no nordeste da Espanha, muçulmanos e cristãos realizaram uma "prece pela paz" no convento católico de Santa Clara, no marco do Grupo de Diálogo Ecumênico, que aglutina diferentes confissões religiosas da população.Embora este tipo de encontros se repitam de forma periódica há meses, o de hoje teve uma especial relevância ao ser utilizado pela comunidade muçulmana de Manresa para deixar clara sua aposta "pela convivência e pela paz".Pouco mais de uma centena de muçulmanos se concentraram também em Melilla, cidade espanhola no norte do continente africano, para protestar pela publicação das caricaturas. Durante a concentração, que se desenvolveu sem incidentes, foram ouvidas orações em árabe e elogios como "Alá é grande", e se insistiu na necessidade de que a religião sirva para alcançar "a paz e a justiça".Em Bilbao, no norte da Espanha, cerca de cem muçulmanos se concentraram para expressar sua repulsa à publicação das caricaturas, consideradas um "ataque ao respeito da dignidade", segundo o Centro Sociocultural Islâmico do País Basco (Assabil), organizador do ato.Os presentes permaneceram em silêncio durante quinze minutos em uma praça com um cartaz no qual se lia "O profeta é o modelo, sua dignidade é a nossa", escrita em espanhol, no dialeto local, euskera, e em árabe.Também foram exibidos cartazes com os lemas "liberdade de expressão sim, insultos não", "entendimento sim, enfrentamento não" e "liberdade, responsabilidade e respeito ao outro".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.