Mudanças climáticas provocaram desastres, diz estudo

O aquecimento global provocado pelo homem possui ligação com metade dos eventos climáticos mais devastadores ocorridos ano passado, conclui nesta quinta-feira um estudo conduzido pelos governos dos EUA e do Reino Unido e publicado no Boletim da Sociedade Meteorológica Americana.

AE, Agência Estado

05 Setembro 2013 | 16h29

Os demais casos refletiram ocorrências randômicas do clima. O estudo foi feito com base em uma dúzia de eventos e concluiu que as mudanças climáticas aumentaram a possibilidade de ondas de calor nos EUA, enchentes pela tempestade Sandy, encolhimento do mar do Ártico, seca na Península Ibérica e chuvas extremas na Austrália e na Nova Zelândia.

No entanto, os pesquisadores não conseguiram encontrar conexões para a seca nos EUA, as temperaturas extremas no verão europeu, o frio no inverno da Holanda, a seca no leste do Quênia e da Somália, as inundações no norte da China e as fortes chuvas no sul do Japão.

Mais conteúdo sobre:
Aquecimento globalestudo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.