Mugabe aceita dividir governo

Tsvangirai vai compartilhar poder com ditador

AP, Harare, O Estadao de S.Paulo

12 de setembro de 2008 | 00h00

Após mais de dois meses de impasse, o presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, e o líder da oposição, Morgan Tsvangirai, concordaram ontem em formar um governo de coalizão.Mediador das conversações entre os rivais, o presidente da África do Sul, Thabo Mbeki, disse que os dois líderes vão aparecer juntos na segunda-feira, para anunciar detalhes do acordo. Nas últimas semanas, Tsvangirai vinha defendendo que ele deveria ocupar a chefia do governo e a presidência do gabinete, enquanto Mugabe ficaria com funções cerimoniais.A disputa entre Mugabe, ditador de 84 anos que controla o país desde 1980, e o ex-líder sindical Tsvangirai já dura mais de uma década, mas foi acirrada durante as eleições ocorridas no primeiro semestre. Desde o segundo turno da votação, em 27 de junho, eles vêm negociando, com diversas interrupções, um governo de união. Mugabe reelegeu-se ao vencer uma eleição vista como fraudada por observadores internacionais e da qual Tsvangirai teve de se retirar, por causa de uma violenta campanha do governo para intimidar partidários da oposição. Além da morte de dezenas de opositores, o caos pós-eleitoral aprofundou a crise econômica do país, cuja inflação é a mais alta do mundo: 11.200.000%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.