Mugabe quer eleições no Zimbábue em março de 2013

O presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, quer realizar referendo para formar uma nova Constituição em novembro e planeja convocar eleições em março de 2013, mostra um requerimento revelado pela Suprema Corte do país nesta quinta-feira.

AE, Agência Estado

27 de setembro de 2012 | 11h45

O principal partido de oposição, o Movimento por Mudança Democrática, disse que o plano não é realista. "A data para a eleição, principalmente, é unilateral, irreal e não tem base científica ou legal", afirmou o porta-voz do partido para a agência France-Press.

Mugabe supostamente espera que em março seja escolhido seu sucessor no comando do instável governo formado há três anos. As últimas eleições, ocorridas em 2008, resultaram em violência dirigida principalmente contra membros da oposição. Por isso, o partido afirma está mais preocupado com as condições em que será realizada a eleição do que a data propriamente dita. Mugabe, de 88 anos, está no poder desde a independência do Zimbábue, em 1980. Ele nega acusações de que o último pleito foi fraudado em seu favor. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Zimbábueeleiçãoreferendo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.