Mugabe toma posse no Zimbábue

O presidente Robert Mugabe, que governa o Zimbábue há 22 anos, foi empossado neste domingo para outro período de 6 anos na presidência após ganhar eleições amplamente denunciadas como fraudulentas. Nos jardins da Mansão Estatal, Mugabe, de 78 anos, juroulealdade a seu país e, em seu discurso inaugural, criticou ocolonialismo e o imperialismo e convidou os demais líderesafricanos a apoiá-lo contra as nações ocidentais hostis. O presidente da Corte Suprema de Justiça, GodfreyChidyausiku, colocou a faixa presidencial em Mugabe - quederrotou nas eleições Morgan Tsvangirai, líder do Movimento para a Mudança Democrática, considerado a mais forte ameaça ao regime de 22 anos do líder independentista africano. O governo e o partido governante foram acusados defraude eleitoral, violência política apoiada pelo Estado edesrespeito às leis e à constituição nacionais. Mugabe disse que a Grã-Bretanha, a ex-potência colonialista que dominou seu país, e seus "aliados brancos" do Ocidente declararam que o pleito que o elegeu não foi livre ejusto porque Tsvangirai, o candidato a que favoreciam, perdeu. O mandatário agradeceu aos zimbabuanos sua eleição comoprova de uma "decidida posição antiimperialista". Mugabe levou a nação à independência em 1980 e enfrentoupouca oposição até cerca de oito anos atrás, quando a economia despencou e a violência política começou a surgir. A fome ronda o país devido à seca e à queda na produção agrícola, além de uma controversa reforma agrária implementada por Mugabe.Segundo os resultados oficiais, Mugabe ganhou com 56%dos votos contra 42% de Tsvangirai. A Comunidade Britânica composta de 54 nações, entre elas 19 africanas, foi um dos participantes do grupo de observadores internacionais que condenou as eleições assinalando que elas não permitiram a libre expressão dos votantes. Muitos líderes africanos apoiaram a vitória de Mugabe no que parece ser um esforço por manter a estabilidade regional e proteger seus próprios regimes não-democráticos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.