Mujica propõe unir Unasul e Mercosul em um só bloco

O presidente do Uruguai, José Mujica, voltou ontem a defender a entrada da Venezuela no Mercosul - tema que expôs as divisões dentro do governo uruguaio - e propôs que o bloco regional seja unido à Unasul, que inclui 12 países sul-americanos.

O Estado de S.Paulo

06 de julho de 2012 | 03h06

"Devemos transformar o Mercosul e a Unasul em uma coisa só", disse Mujica, em entrevista ao semanário uruguaio Búsqueda. "Não sei como se chamará (a nova entidade), mas precisamos caminhar na direção de outro tipo de instituição, que seja muito mais flexível e realista."

Mujica disse ter discutido a ideia com outros líderes, incluindo Dilma Rousseff (Brasil), Cristina Kirchner (Argentina), Sebastián Piñera (Chile) e Ollanta Humala (Peru). As conversas teriam ocorrido durante a reunião do Mercosul, em Mendoza, no dia 29, da qual participaram também os países observadores do bloco. "A região deve pensar 20 anos à frente", disse. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.