Mulher acusada de sexo com menino de oito anos

Tammy Imre, uma recepcionista de 29 anos e que vive em Connecticut, nos EUA, pode ser condenada a mais de 20 anos de prisão, caso seja considerada culpada de ter mantido relações sexuais com um menino de apenas oito anos. Em caso parecido, uma professora foi condenada a prisão e depois se casou com a vítima. Tammy confessou ter mantido relação sexual com o menino, que era amigo de sua filha - de oito anos -, em sua própria casa, o que também pode levar ao pagamento de uma multa em torno de US$ 250 mil dólares pelo delito de "agressão sexual em primeiro grau", disseram fontes judiciais. A filha da mulher acusada disse que em várias ocasiões presenciou os toques e as relações sexuais entre sua mãe e seu amigo, assinalaram os documentos. Em sua confissão, a Tammy confirmou que deu uma chave de sua casa ao menino e que esperava que esses contatos com o menor levassem a uma relação permanente. A mulher também escrevia bilhetes para o menino, sendo que em um deles, encontrado pelas autoridades judiciais, dizia: "amanhã vai chover, assim você pode vir e fazemos o que você sabe".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.