Mulher dá à luz um menino durante voo da Turkish Airlines

Nascimento do filho de jovem congolesa estava previsto para o fim do mês, mas ela entrou em trabalho de parto depois de três horas dentro de avião da companhia turca; comissários fizeram procedimento guiados pelo marido da mulher, que é médico

O Estado de S.Paulo

14 de dezembro de 2018 | 12h18

Uma mulher congolesa deu à luz a um bebê durante um voo de Libreville, no Gabão, para Istambul, na Turquia, na quinta-feira. Em seu Twitter, a companhia Turkish Airlines disse que os passageiros e a tripulação "vivenciaram o milagre do nascimento".

O nascimento do bebê de Musuamba Michoukayembe estava previsto para o fim do mês e ela não apresentava qualquer sinal de que estava em trabalho de parto ao embarcar no voo. Depois de três horas no ar, no entanto, ela sentiu uma forte dor no abdome. Ao perceber que a jovem de 21 anos esta prestes a dar à luz, a tripulação esvaziou a parte de trás da aeronave para criar uma espécie de sala de parto improvisada.

Os comissários foram guiados pelo marido de Musuamba, que é médico. "Foi um momento lindo para nós", disse Fatma Akyuz, membro da tripulação, ao site de notícias turco Hurriyet. "Decolamos com 144 passageiros, mas pousamos com 145."

Apesar de ter ocorrido no ar, o parto não teve qualquer problema e tanto a mãe quanto a criança estão em bom estado de saúde. O comandante da aeronave pediu prioridade ao aterrissar e explicou que não alterou a rota do voo justamente pelo fato de ter sido um parto sem complicações. 

Depois de cortarem o cordão umbilical, a tripulação da aeronave se revezou para ajudar a jovem mãe a cuidar do bebê, que recebeu o nome de Bennel.

Mais conteúdo sobre:
Turkish Airlinesparto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.