Mulher de 63 anos dará à luz na Inglaterra

A psiquiatra infantil Patricia Rashbrook, de 63 anos, se tornará uma das britânicas mais velhas a dar à luz e defendeu o seu direito de ser mãe nesta idade. Patricia tem dois filhos crescidos de um casamento anterior. Recentemente, casou-se de novo e passou por um tratamento de fertilidade. O parto está previsto para daqui a dois meses.Em um pronunciamento, Patricia e seu marido, John Farrant, disse que a gravidez "não tem sido um algo fácil ou sem coragem". "Um grande plano foi feito para prover o bem-estar da criança no presente e no futuro, em termos materiais, sociais e de saúde. Estamos muito contentes de dar vida a um bebê que já é muito amado, e nosso desejo agora é dar a ele a paz e a segurança de que precisa", declara o casal.O casal não disse por qual tratamento passou Patricia. A imprensa especula que ela pode ter sido auxiliada pelo especialista italiano em fertilidade Severino Antinori, que em 1994 ajudou um mulher de também 63 anos a engravidar com uma técnica que combinou doação de óvulos com tratamento hormonal.A maior parte das críticas contra a decisão da psiquiatra tem vindo de grupos conservadores que se opõem às técnicas de reprodução assistida. "É extremamente difícil para uma criança ter uma mãe que é tão velha quanto uma avó. Isso tem a ver com a sociedade consumista, que sempre quer absolutamente tudo e nunca pensa que uma criança não é um produto", disse a co-fundadora do Grupo de Ética Reprodutiva, Josephine Quintavalle, Já James Healy, da Autoridade Britânica de Fertilização Humana e Embriologia, que regulamenta tratamentos de reprodução assistida, disse que a lei não impõe limites para a idade da gravidez. "Mas a lei diz que deve-se levar em conta o bem-estar da criança, incluindo as condições de saúde, idade e habilidade dos pais para proverem as necessidades do filho", advertiu.Outras mães idosas já deram à luz no país, como Liz Buttle, de Gales, que tinha 60 anos quando teve um menino, em 1997. No resto do mundo, a mulher mais velha a dar à luz é a romena Adriana Iliescu, que em 2005 teve uma filha em Bucareste aos 66 anos de idade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.