Mulher de 98 anos é resgatada após 30 horas

As equipes de socorro resgataram ontem na cidade de Áquila uma mulher de 98 anos. María D?Antuono foi encontrada depois de 30 horas presa sobre os escombros de sua casa. Ela foi encontrada em bom estado de saúde, segundo os médicos, apesar de ter passado mais de um dia presa. "Eu comecei a tecer", disse ela a uma emissora de televisão local, explicando como fez o tempo passar até a chegada de ajuda.Também ontem, os clubes italianos de futebol se comprometeram a doar às vítimas do desastre toda a renda obtida com a venda de ingressos nas partidas deste fim de semana. Diversas universidades e jornais de toda a Itália também se uniram aos esforços e começaram a recolher doações para a reconstrução da região afetada pelo terremoto de segunda-feira."Não consigo nem pensar no futuro", disse Angela Camon, instalada numa barraca provisória com o marido, em um estádio de futebol próximo da cidade de Áquila, para onde foram levados milhares de desabrigados.Em Áquila, um bombeiro que chefiava uma equipe de resgate caiu no chão aos prantos quando descobriu o corpo de sua enteada, que estudava na universidade local. Um porta-voz do Corpo de Bombeiros confirmou a história, mas não deu mais detalhes.Em conversa com o presidente dos EUA, Barack Obama, o premiê Silvio Berlusconi voltou atrás e aceitou ontem ajuda internacional para a reconstrução dos bens culturais danificados pelo terremoto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.