Mulher de Berlusconi critica excesso atenção sobre seu divórcio

A mulher do premiê italiano, Silvio Berlusconi, criticou neste sábado o que chamou de excessiva atenção e conselhos indesejados da mídia em relação à sua decisão de se divorciar do líder conservador. Em carta publicada na primeira página do jornal diário Corriere della Sera, o principal do país, Veronica Lario pediu que ela e seus filhos sejam deixados em paz. "A decisão minha e de meu advogado de lidar com a separação com respeito está incomodando, por razões que não compreendo, pessoas que não deveriam ter interesse nenhum no assunto e que certamente não têm o direito de fazer julgamento público sobre o tema", disse Veronica na carta.

AE-AP, Agencia Estado

27 de junho de 2009 | 11h51

Há dois meses, a ex-atriz provocou uma tormenta política para Berlusconi quando anunciou a decisão de se divorciar dele, citando sua escolha por modelos para se candidatar a ocupar o Parlamento Europeu e também sua presença no aniversário de 18 anos de uma modelo em Nápoles. O premiê, na época, insistiu que não havia nada de escandaloso na relação co Noemi Letizia, que ele disse ser a filha de um velho amigo dos círculos políticos.

Ele disse ter ido à festa por que estava por acaso em Nápoles naquele dia.

Desde então, muitas acusações emergiram sobre sua fraqueza por mulheres jovens, todas negadas por Berlusconi, que disse que as acusações eram mentiras fabricadas pela oposição. No último caso, uma prostituta de luxo declarou que ela e pelo menos outra mulher foram contratadas e pagas por Berlusconi para participar de festas em sua casa e disse que passou a noite com o premiê. Berlusconi disse que nunca pagou uma mulher para obter sexo, sugerindo que a garota de programa teria recebido dinheiro para criar o escândalo.

Tudo o que sabemos sobre:
Silvio Berlusconidivórcio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.