REUTERS/Manaure Quintero
REUTERS/Manaure Quintero

Mulher de opositor venezuelano se refugia na Espanha

Lilian Tintori, que estava com o marido, o líder opositor Leopoldo López, na embaixada da Espanha, deixou o país com a filha e se mudou para Madrid

Redação, O Estado de S.Paulo

04 de junho de 2019 | 12h27

A mulher do líder opositor venezuelano Leopoldo López, Lilian Tintori, deixou a Venezuela com a filha e chegou a Madrid nesta terça-feira, 4. O governo espanhol informou em uma breve declaração sobre a chegada em Madrid de Lilian Tintori, sem relatar quando e por qual motivo ela deixou o país caribenho.

Tintori e sua filha deixaram a residência do embaixador espanhol na Venezuela, onde se refugiaram com López depois da libertação do político e de sua participação na tentativa de revolta militar contra o regime em 30 de abril.

O líder opositor venezuelano Leopoldo López se mudou para residência do embaixador espanhol na Venezuela, em abril. O ministro das Relações Exteriores interino da Espanha, Josep Borrell, disse que o governo de Pedro Sánchez limitaria as atividades políticas dele, após López ter encontros na com a imprensa na embaixada.

López foi libertado na terça-feira por um grupo de militares com um "indulto presidencial" do presidente do Parlamento Juan Guaidó, que é reconhecido como presidente interino da Venezuela por mais de 50 países./ AFP, AP e REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.