Mulher de origem francesa está entre os mortos em Tel Aviv

Uma mulher com dupla nacionalidade, francesa e israelense, está entre as vítimas fatais do atentado da última segunda-feira em Tel Aviv, que matou dez pessoas, incluindo o terrorista suicida. O Ministério francês de Assuntos Exteriores informou nesta terça-feira sobre a origem francesa de uma das vítimas fatais, que vivia há muito tempo em Israel. Entre os feridos há um turista de nacionalidade francesa. O atentado de Tel Aviv foi condenado imediatamente pelo presidente francês, Jacques Chirac, que afirmou que sua determinação em combater o terrorismo "está intacta". Por sua parte, o ministro francês de Assuntos Exteriores, Philippe Douste-Blazy, assegurou que "nada pode justificar esse ato de ódio" e acrescentou que "o atentado suscita um sentimento de horror".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.