Enrique Marcarian/Arquivo/Reuters
Enrique Marcarian/Arquivo/Reuters

Mulher de Videla também colaborou para preparar o golpe militar

Alicia Hartridge tornou-se amiga de Isabelita Perón para evitar suspeitas

Ariel Palacios, correspondente em Buenos Aires,

17 de maio de 2013 | 15h54

BUENOS AIRES - Alicia Hartridge, nascida em 1927, mulher do ex-ditador e general Jorge Rafael Videla, autor do golpe militar de 1976, esteve sempre na penumbra, em um lugar secundário no âmbito social e político. No entanto, ela também colaborou com o golpe, ao aproximar-se da presidente María Estela "Isabelita" Martínez de Perón, como "amiga" a fins de 1975, para impedir que tivesse qualquer tipo de suspeitas de que estavam preparando um golpe.

Na época prévia à derrubada de Isabelita, Videla era chefe do Estado-Maior das Forças Armadas e declarava total fidelidade à presidente argentina.

Ao chegar na residência oficial de Olivos, após o golpe de março de 1976, Alicia - uma feroz anti-peronista - impôs uma condição a seu marido: a remoção do corpo de Evita Perón, que jazia em um dos salões.

Alicia Hartridge era filha de um diplomata de antepassados ingleses, que durante a Segunda Guerra Mundial teria tido atividades pró-nazistas. Depois do conflito, ajudou refugiados nazistas a esconderem-se na Argentina.

Durante e depois da Ditadura, Videla foi conhecido como um asceta religioso, que todos os dias ia à missa. Sobre sua vida sexual nunca houve comentários de qualquer tipo, ao contrário do "Don Juan" que era seu colega de Junta Militar, o almirante Emilio Massera.

No entanto, o jornalista Juan Gasparini, que escreveu o livro "Mulheres de ditadores", descobriu que Videla teve uma amante ao longo de vários anos, Lyda Lombardi. Nascida em 1917, era uma filha de grandes fazendeiros, que começou a ter encontros amorosos com Videla possivelmente a partir de 1968. Ela continuou com seu affaire ao longo da Ditadura, quando reunia-se com ele na própria Casa Rosada, a sede do governo. O romance teria terminado em 1990.

Segundo Gasparini, "Alicia Hartridge não sabia das relações desta mulher com seu marido. Acho que ficará sabendo através do livro."

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.