Mulher detona bomba e mata um homem no Usbequistão

Uma mulher detonou uma bomba na região de Bujara, no centro do Usbequistão, matando um homem e ficando gravemente ferida, informou a polícia. Segundo a versão da agência de notícias russa ITAR-Tass, a filha da mulher morreu na explosão. A agência não mencionou a morte do homem.A explosão ocorreu por volta das 16h (horário local) em um edifício de dois andares. De acordo com uma funcionária da polícia, uma investigação foi aberta para esclarecer o caso. A mesma fonte afirmou que apenas um homem morreu. De acordo com a porta-voz da polícia, o atentado está relacionado com os atos de violência que tomaram o Usbequistão nos últimos dias, com 44 mortos registrados até agora.Ilya Pyagay, subdiretora do Departamento Antiterrotista do Ministério do Interior, afirmou que continuam as operações para a detenção de terroristas. "São os muçulmanos wahabitas que pertencem a um dos braços do grupo terrorista internacional Al-Qaeda", disse ela à Associated Press, referindo-se à variante do Islã à qual pertence Osama bin Laden.Tratam-se dos primeiros distúrbios registrados nesta nação da Ásia Central desde que se converteu em um aliado-chave dos Estados Unidos na região depois dos atentados de 11 de setembro de 2001.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.