Mulher do princípe Charles é acusada de sonegação fiscal

A mulher do príncipe Charles da Inglaterra, Camilla Parker Bowles, duquesa de Cornualles, foi acusada de sonegar o fisco britânico em aproximadamente US$350 mil ao declarar um colar pessoal de diamantes e rubis avaliado em US$2 milhões com um "presente à nação".Horas depois que Camila, de 59 anos, foi vista usando a jóia exclusiva, empregados do Palácio Clarence House esclareceram que a esposa de Charles usava "um presente pessoal" dado a ela em um giro real pelo exterior, em 2006.Mas, 24 horas depois desse esclarecimento, um porta-voz da duquesa de Cornualles disse que a jóia "foi um presente oficial à nação" e por isso "não pagaria impostos de importação". Os membros da Realeza britânica são obrigados por lei a pagar impostos quando recebem presentes particulares, mas não são obrigados a fazê-lo no caso de presentes oficiais, já que estes fazem parte da Coleção Real.Segundo publicou nesta quarta o tablóide inglês Daily Mirror, o colar de rubis e diamantes teria sido um presente pessoal do príncipe da Arábia Saudita para Camilla.Depois da polêmica, o presidente do Comitê Parlamentar de Contas Públicas, o deputado trabalhista Ian Davidson, acusou Camilla de sonegação fiscal e disse que este é "outro claro exemplo de enganação da Família Real e de seus empregados". Eles tentam burlar a diferença entre o que é deles e o que é propriedade da nação", concluiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.