Mulher é ´máquina de produzir bebês´, diz ministro do Japão

O ministro da Saúde, Trabalho e Bem-Estar Social do Japão disse que as mulheres são "máquinas de produzir bebês" durante um discurso sobre a baixa taxa de natalidade no país."O número de mulheres entre 15 e 50 anos é fixo. O número de máquinas de produzir bebês é fixo, então, tudo o que podemos pedir é que elas façam o melhor por cabeça", disse no sábado o ministro Hakuo Yanagisawa.Mais tarde, ele se desculpou em declaração à agência de notícias Kyodo, dizendo que sua linguagem foi "muito grosseira".A taxa de natalidade do Japão é de 1,26 bebê por mulher (dados de 2005). O número está muito aquém do necessário para manter estável a população do país. O governo tenta implementar medidas para persuadir os casais a terem mais filhos.Uma proposta foi adotada em junho para melhorar os serviços direcionados a crianças pequenas, promover maior igualdade entre os sexos e encorajar empresas a serem mais flexíveis ao permitir que seus funcionários tenham mais tempo para cuidar de suas famílias.Mas os altos custos de criar uma criança, bem como a cultura de que as mulheres devem deixar seus empregos depois de darem à luz, tem feito com que muitas decidam ter poucos filhos ou mesmo nenhum.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.