Mulher é presa acusada de castrar homem nos EUA

Uma mulher atacou as genitálias de um homem durante uma festa de Natal, deixando-o tão ferido que precisou levar mais de 50 pontos, informaram autoridades de Lillington, no Estado da Carolina do Norte, nos Estados Unidos. Rebecca Arnold Dawson, 34, foi acusada de castração em uma luta ocorrida na terça-feira, durante uma festa promovida pela namorada da vítima. Tanto Dawson, a vítima e sua namorada estavam muito embriagados, acrescentou o chefe de polícia da cidade, Frank Powers.A polícia informou que nenhuma arma foi utilizada durante a agressão. "Acredito que ele precisou de mais de 50 pontos para reparar o dano, mas agora ele já está de volta a sua casa", afirmou o policial Brad Stevens, envolvido no caso. "Tudo que podemos dizer é que o machucado foi feito com suas próprias mãos."A lei da Carolina do Norte descreve a castração como amputação, mutilação ou desfiguração de órgão genital com intenção de machucar ou tornar a vítima impotente. Dawson, que foi liberada na quarta-feira após pagar fiança de US$ 50 mil, também foi acusada de agressão ocasionando graves ferimentos no corpo da vítima. A prisão por tentativa de castração foi a primeira do tipo registrada em Lillington.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.