Mulher é presa com cabeça humana na bagagem

Os scanners de bagagens do Aeroporto Fort Lauderdale-Hollywood, na Flórida, detectaram uma cabeça humana, com cabelos e pele, na bagagem de uma mulher que desembarcava procedente do Haiti.Myrlene Severe, 30 anos, uma haitiana que vive nos Estados Unidos, disse às autoridades que a cabeça serviria para protegê-la de maus espíritos. Ela foi presa na sexta-feira."Aquilo ainda tinha dentes, cabelos, pedaços de pele e muita sujeira", contou Barbara Gonzalez, porta-voz do controle de imigração em Miami.A mulher disse que trouxe a cabeça do Haiti, para usá-la em suas práticas de vuduísmo. Ela vai a julgamento em março, por ter tentado entrar nos Estados Unidos sem ter "documentação apropriada" para a cabeça humana.Myrlene também é acusada de não declarar sua bagagem e transportar material perigoso em aeronave comercial. Se condenada, pode pegar até 15 anos de prisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.