Mulher egípcia morre de gripe aviária, a 2a morte em 1 semana

Uma mulher egípcia de 25 anos morreu degripe aviária no domingo, a segunda morte causada pela doençano Egito em menos de uma semana, anunciou o Ministério daSaúde. Fatma Fathi Mohamed morreu em um hospital na cidade deMansoura, no Delta do Nilo, três dias depois de ela serinternada com febre e dificuldade de respirar, segundo umcomunicado divulgado pela agência estatal de notícias MENA. A morte de Fatma foi a décima sétima por gripe aviáriadesde que o vírus foi detectado no país em fevereiro de 2006.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.