Mulher identifica marine acusado de estuprá-la

Um mulher compareceu nesta quinta-feira a um Tribunal filipino para identificar o marine norte-americano acusado de estuprá-la. Identificada pelo pseudônimo "Nicole", a mulher de 22 anos caiu em prantos ao dar detalhes da agressão, forçando o juiz a adiar os trabalhos por um dia.Ela disse que enquanto era atacada por Daniel Smith, outros três oficiais - Keith Silkwood, Dominic Duplantis e Chad Carpentier - aplaudiam e encorajavam o colega.Os marines negam as acusações de estupro, que podem resultar em uma pena superior a 40 anos de prisão, e seus advogados dizem que Smith e a moça fizeram "sexo consensual".Do lado de fora do tribunal, cerca de 60 mulheres protestaram levantando cartazes com fotos dos acusados e gritando palavras de ordem como "prisão para os yankees".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.